dsdsdsdsdsd
Ir para o conteúdo principal
Navegar para Cima
Logon

Fale Conosco

Precisa de informações sobre os serviços da Gollog?

Ligue para 0300 101 2001, de segunda a sexta, das 6h às 20h.

Quer fazer elogios ou reclamações sobre os nossos serviços?

Ligue para 0800 704 0465 (ligação gratuita), quando quiser. O serviço funciona 24 horas.

E-mail

Você é atendido sem precisar ligar ou ir pessoalmente à GOL. O atendimento é de segunda a sexta, das 6h às 20h.

Mande suas dúvidas para: crc.cargas@voegol.com.br

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​
Canal de Vendas  

Novo canal exclusivo de vendas

Ligue para o telefone 0300-1-GOLLOG (o mesmo que 0300-1-465564) para realizar cotações.

​​​
​​

Formulário de contato

Este espaço foi criado especialmente para  você entrar em contato conosco. Para dar a sua opinião, fazer uma reclamação, sugestão ou elogio, preencha os campos abaixo com seus dados pessoais e faça seu comentário.​

Nome*
E-mail*
DDD + Telefone*
Assunto*
Mensagem*
(*) Campos obrigatórios Enviar
​​​​​​​​​​​​​​​​​
​​

Dúvid​as frequentes

1. Quais os serviços e prazos oferecidos pela Gollog?

A Gollog possui sete serviços de transporte de cargas. São eles:

Standard (NOR): transporte de mercadorias entre as capitais e as principais cidades brasileiras, com entrega entre 48 e 72 horas após o despacho.

Voo Certo (GPR): modalidade de serviço expresso que faz o transporte de cargas urgentes entre aeroportos, com prioridade de embarque (em voos pré-definidos) e a disponibilização da encomenda para retirada no aeroporto de destino a partir de 2 horas após a chegada do voo.

Express com Entrega (GDS): modalidade de serviço expresso que entrega a mercadoria no endereço de destino até as 18h do dia útil seguinte ao despacho, nas capitais e principais cidades brasileiras. Nas demais localidades, o prazo varia (é necessário consultar as cidades atendidas).

Express com Retirada (GER): modalidade de serviço expresso em que o cliente retira a mercadoria em uma das unidades da Gollog. Este serviço está disponível nas principais capitais e cidades com voos GOL. A retirada no aeroporto pode ser feita no próximo dia útil ou em até 24 horas.

Express para E-commerce (E-gollog): serviço voltado a comerciantes com venda ativa em sites. Coleta e entrega porta a porta nas capitais. Possui fácil integração com outros sistemas (via Web Service) e a possibilidade do seguro GOL para clientes que não têm seguro próprio.

DOC: modalidade de serviço específico para o transporte de documentos de até 500 gramas, enviados em embalagem especial da Gollog (“flyer"). A entrega é feita nas capitais e regiões metropolitanas até as 18h do dia seguinte ao despacho.

Internacional: transporte aeroporto-aeroporto de encomendas para as rotas internacionais operadas pela GOL.

2. Qual a diferença entre os serviços Standard e Expressos?

A diferença está no tempo para embarque e disponibilidade da carga, para o expresso a retirada no material no destino poderá ocorrer em até 24 horas após o embarque, já no standard o prazo mínimo são de 72 horas.

3. A Gollog realiza coleta e entrega?

Sim, basta escolher o produto que mais se encaixa na sua necessidade. Para verificar quais são os valores de coleta, é necessário entrar em contato com uma das unidades Gollog e realizar uma cotação.

4. Qual o limite de peso para o transporte?

O limite de peso varia conforme o produto. Para volumes acima de 180 kg, entre em contato com uma unidade mais próxima e verifique a disponibilidade antes de solicitar o embarque/coleta.

5. Como realizo o transporte de animais com a Gollog em trechos nacionais?

Os procedimentos para aceitação e transporte de animais vivos (AVI) seguem os regulamentos internacionais, regras de entidades brasileiras de defesa dos animais e as políticas comerciais e operacionais da GOL.

A Lei de Crimes Ambientais considera crime contra a fauna a manutenção de animais silvestres em cativeiro sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente. No caso específico de fauna silvestre, entende-se como autoridade competente o IBAMA. A manutenção de animais silvestres em cativeiro também é considerada crime se a origem dos bichos não estiver devidamente documentada por meio de nota fiscal emitida pelo comerciante ou pelo criadouro que tem autorização do IBAMA para reproduzi-los em cativeiro. Nesta nota fiscal, devem constar o nome cientifico e popular do bicho e o tipo e número de identificação individual do animal (que pode ser uma anilha fechada e/ou um microchip).

Animais vivos são transportados como carga e possuem prioridade de embarque caso o cliente solicite a reserva com 48 horas de antecedência ao embarque, por meio da Diretoria de Relacionamento com o Cliente. Mas, atenção: não são feitas reservas para o transporte de animais vivos aos finais de semana e feriados.

Reserva é a garantia de espaço para o transporte do animal como carga, sendo de caráter obrigatório em vista da política operacional da GOL. Reserva de AVI tem prioridade sobre as demais cargas exceto para os despachos na condição de bagagem, restos mortais e materiais da companhia de caráter urgente (AOG).

Não está disponível o serviço de coleta e entrega em domicílio de animais vivos.

6. Qual é a documentação necessária para o transporte de animais?

O AVI deve ser apresentado em até 2 horas antes do voo nacional e 2 horas e 30 minutos antes do internacional. A documentação correspondente ao tipo de animal deve estar preenchida conforme o estabelecido pelos órgãos competentes e pelos critérios determinados pela VRG. Veja abaixo a documentação necessária:

Voos domésticos:
Documentação Descrição Validade
Atestado Sanitário Deve constar que o animal está em boas condições de saúde. Válido por 10 dias após a data da emissão.
Carteira de Vacinação Obrigatória para animais a partir de 3 (três) meses de idade. A vacina deve ter sido aplicada há mais de 30 (trinta) dias e menos de 1 (um) ano.
Voos internacionais:
Documentação Descrição Validade
Atestado Sanitário Deve constar que o animal está em boas condições de saúde. Deve ser emitido 10 dias antes da emissão do CVI.
Carteira de vacinação Obrigatória para animais a partir de 3 (três) meses de idade. A vacina deve ter sido aplicada há mais de 30 (trinta) dias e menos de 1 (um) ano.
Certificado Veterinário Internacional (CVI) * Certificado emitido para voos internacionais. Válido por 60 (sessenta) dias corridos a partir da emissão.
Certificado Zoosanitário Internacional (CZI) * Certificado emitido para voos internacionais. Válido por 60 (sessenta) dias corridos a partir da emissão.

* Deve ser apresentado Certificado Veterinário Internacional (CVI) ou Certificado Zoosanitário Internacional (CZI).

7. Quais raças de cães e gatos não são transportadas pela Gollog?

Algumas espécies de animais braquicefálicos (de focinho curto) não são aceitas para transporte. Veja as listas abaixo:

- Cães: Buldogue (em todas as suas variações), Boston Terrier, Boxer, Griffon de Bruxelas, Pug (em todas as suas variações), Chow Chow, Dogue de Bordeaux, Pequinês, Cavalier,King Charles Spaniel, Lhasa Apso e Shih Tzu.

- Gatos: Burmês, Exótico, Himalaio e Persa.

8. Como posso transportar restos mortais com a Gollog?

O transporte de restos humanos em território nacional e para envio internacional deve seguir a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC nº. 33, de 08/07/2011), que dispõe sobre o Controle e Fiscalização Sanitária do Translado de Restos Mortais Humanos, e o disposto na Norma de Serviço da Aviação Civil (NOSER, IAC1606), que estabelece:

- Cadáveres embalsamados serão equiparados a carga comum, podendo ser transportados em viagens regulares de passageiros, tanto nacionais quanto internacionais.

- O transporte em aeronaves comerciais com passageiros se fará, obrigatoriamente, nos compartimentos de carga inferiores (preferencialmente compartimentos traseiros).

- Aqueles que apenas tenham preparo para conservação só poderão ser transportados em aeronave de carga ou especialmente fretados e em território nacional.

- Os que se destinam a outros países só poderão ser transportados se estiverem embalsamados, com a documentação de exportação em ordem.

O controle sanitário do traslado de restos mortais humanos só será realizado pela ANVISA em casos de emergência em saúde pública ou situação que possa significar algum risco à população, com ênfase na disseminação internacional, ou que represente um perigo grave e direto.

9. Como faço para transportar perecíveis?

São considerados perecíveis e deterioráveis aqueles produtos que tendem a deteriorar, decompor, estragar ou degenerar, como flores, plantas, doces, comestíveis em geral, vacinas, soros, pescados, frutas, produtos de origem animal, etc. Consideram-se perecíveis também jornais e revistas que tenham a mesma validade da data de envio. Devem ser cumpridas as exigências das autoridades correspondentes dos locais de origem, trânsito e destino. Também é preciso observar as limitações de peso e dimensões, identificações obrigatórias para o transporte.

Nenhuma mercadoria será aceita para transporte se apresentar sinais de dano ou violação. Mercadorias que despertem suspeitas de falsa declaração do conteúdo também não serão aceitas para embarque.

Mercadorias aceitas e que, posteriormente, apresentem indícios de irregularidade não serão transportadas e deverão passar pelos procedimentos de regularização ou suspensão do contrato de transporte. Todos os volumes precisam ser identificados com etiquetas ou marcações contendo o número do conhecimento aéreo, origem, destino, peso e número total de volumes. Toda mercadoria aceita deverá ser compatível com as aeronaves previstas em seu transporte.

10. Como realizar o embarque de objetos de banda musical e cenário?

Equipamentos eletrônicos e sonoros que, além de serem frágeis, apresentam peso e dimensões elevados possuem caráter de urgência. Os equipamentos precisam ser apresentados em até 2 horas antes do voo nacional (ou 3 horas para GRU/BSB e GIG) e 2 horas e 30 minutos antes do internacional (3 horas e 30 minutos para GRU/BSB e GIG), com a documentação liberada.

Qualquer irregularidade que ocorra no ato do embarque, da conexão ou do desembarque deve ser informada à Coordenadoria de Logística imediatamente, por meio de telefone, e formalizada via e-mail.

11. Como realizo o transporte de cargas em trechos internacionais?

Você precisa contratar um agente de carga ou um despachante aduaneiro para auxiliá-lo no processo de envio. Este profissional fará todos os processos legais junto à administradora aeroportuária e aos órgãos responsáveis (órgãos aduaneiros).

São cinco passos básicos para o transporte internacional:

1º - O cliente entra em contato com um dos agentes de carga credenciados Gollog. Responsável pela documentação que será entregue à Receita Federal, ele informa os valores para o cliente.

2º - O agente de carga solicita a reserva ao parceiro Gollog responsável pela comercialização das cargas (conhecido como GSSA) e, antecipadamente, a reserva é efetuada no sistema (booking).

3º - O agente de carga realiza a entrega da documentação.

4º - Quando a carga é entregue, o operacional solicita o embarque, que precisa ser acompanhando por um agente alfandegário e um colaborador Gollog.

5º - A carga é colocada no avião da GOL e segue para o destino.

Na Gollog, a sua carga é entregue no destino com garantia e segurança. Aproveite e planeje o envio da sua encomenda hoje mesmo.

12. Qual a forma de pagamento aceita para o transporte de cargas?

O pagamento do frete nacional e das taxas pode ser feito na origem ou no destino, à vista (em dinheiro), no cartão de débito, no cartão de crédito ou faturado para correntistas GOL. No caso de envios internacionais, o frete é pago na origem ou no destino, mas tem sempre como intermediário um agente de carga aduaneiro. Isso porque a Gollog terceiriza o serviço de atendimento ao cliente e cada agente estabelece a forma de pagamento.

13. Como funcionam os processos de liberação de carga nos órgãos fiscalizadores, como a SEFAZ?

É preciso informar o número do Documento de Arrecadação Estadual (DAE) incluído e em qual posto fiscal a mercadoria está retida ou a inscrição estadual da empresa. Em algumas localidades, temos o representante SEFAZ em nossos TECAS, onde o processo é fornecer toda a documentação de transporte da carga para verificação/liberação. O representante SEFAZ efetua a consulta dos documentos e, havendo alguma irregularidade, a carga ficará retirada até que a pendência seja liquidada.

14. Como um terceiro ou um representante pode realizar a retirada de cargas (PJ e PF) nas bases?

Esta pessoa deverá apresentar uma cópia simples do documento de identidade do destinatário e uma carta de autorização para a entrega ao portador.

15. A GOL transporta artigos perigosos?

A GOL está homologada pela ANAC para o transporte de artigos perigosos. Seguem as 9 classes de risco:

  • Classe 1 – Explosivos
  • Classe 2 – Gases
  • Classe 3 – Líquidos inflamáveis
  • Classe 4 – Sólidos inflamáveis
  • Classe 5 – Substâncias oxidantes e peróxidos orgânicos
  • Classe 6 – Substâncias tóxicas e infecciosas
  • Classe 7 – Material radioativo
  • Classe 8 – Corrosivos
  • Classe 9 – Diversos (miscelâneos)

Para mais informações desse tipo de transporte, entre em contato com a Central de Relacionamento com o Cliente Gollog, pelo telefone 0300 101 2001.

16. Quais cargas são restritas para o embarque?

Objetos de valor comercial, como joias, obras de arte e dinheiro, são considerados cargas valiosas e, por isso, não são transportados pela Gollog.

Equipamentos eletrônicos usados ou seminovos só são transportados para conserto declarado, com nota fiscal correspondente. Já os equipamentos novos, com nota fiscal, podem embarcar normalmente.

​​​​​