dsdsdsdsdsd
Ir para o conteúdo principal
Navegar para Cima
Logon
Da internet ao cliente

Da internet ao cliente

23/03/2016
A busca por proporcionas um serviço de qualidade cada vez melhor aos clientes - e em dia com suas necessidades - é prioridade para a Gollog, divisão de cargas da GOL Linhas Aéreas Inteligentes. Um reflexo deste comprometimento é representado pelo crescimento do segmento atendido pelo E-Gollog, criado pela empresa em 2013 com o foco no e-commerce.

"Em 2015, o E-Gollog cresceu 21% em faturamento em relação ao ano anterior. É uma ferramenta de muito potencial no mercado", diz Felipe Liberato, gerente comercial da Gollog - para efeito de comparação, o e-commerce no Brasil cresceu 16% no primeiro semestre do ano passado em relação ao mesmo período de 2014 enquanto o varejo off-line ficou nos 4,2%, segundo dados do IBGE.

A maioria dos produtos comercializados pela E-Gollog parte dos aeroportos de São Paulo e o destino principal são cidades do norte, nordeste e sul do país. "Como companhia aérea, somos ainda mais competitivos quando se trata de longas distâncias", diz Liberato. Entre os itens mais transportados por meio dessa plataforma, destacam-se respectivamente, artigos de moda e acessórios, eletrodomésticos, celulares e cosméticos.

Ainda mais

Outro recente avanço obtido pela Gollog é a permissão para transportar produtos classificados como D.G, do inglês "dangerous goods", ou cargas perigosas.

A empresa tem autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para carregar mercadorias que se encaixam nas nove classes em que se dividem, mas atualmente trabalha com quatro delas - isso significa remessas de eletrônicos contendo baterias de íon-lítio, substâncias biológicas, como sangue, e gelo seco. "Mais do que ampliar nossa área da atuação, essa conquista significa melhorias nos processos de manuseio e embalagem das cargas", diz Eduardo Calderón, diretor de cargas da Gollog.
​​​​​

Notícias Relacionadas

Ver mais notícias